Com R$ 200 milhões em disputa, Neymar enfrenta o Fisco em Brasília


O atacante Neymar inicia nesta quinta-feira um duelo de R$ 200 milhões contra um adversário que promete ser duro. O Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) começará julgamento de recurso do atleta contra multa aplicada pela Receita Federal, que considera que o jogador omitiu R$ 63,6 milhões ao receber pagamentos através das empresas do pai. A sessão é às 14h, em Brasília.

Neymar foi autuado e considerado culpado em decisão unânime pela Delegacia da Receita Federal do Rio de Janeiro por sonegação fiscal em março de 2015. A sanção de R$ 188,8 milhões (valor que se aproxima dos R$ 200 milhões, com juros) levou ao bloqueio de bens do atleta, que não conseguiu reverter o congelamento na Justiça Federal.

O Carf é um órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, mas independente do Fisco. Ele é a última instância administrativa para tentar evitar a multa. A decisão é colegiada, com a participação de oito conselheiros, quatro deles indicados pela Fazenda, os outros quatro representantes do contribuinte, indicados por confederações econômicas nacionais, como, por exemplo, a CNI (Confederação Nacional das Indústrias).

Esse equilíbrio desaparece se houver um empate, entretanto. O voto de qualidade é sempre do presidente da turma julgador, em regra um auditor indicado pelo Fisco. O histórico do Conselho, de acordo com advogados ouvidos pela reportagem, pende para a Receita.

Leia mais no GE

---------------


Com R$ 200 milhões em disputa, Neymar enfrenta o Fisco em Brasília Com R$ 200 milhões em disputa, Neymar enfrenta o Fisco em Brasília Reviewed by Anderson Nascimento on 23:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.