Liberty Media abre nova era e determina saída de Ecclestone do comando da F1 após quase 40 anos


Definitivamente, a F1 viverá uma nova era em 2017. Dentro das pistas, a categoria que é considerada o ápice do automobilismo terá grandes mudanças com a adoção de um novo regulamento técnico, que promete entregar carros mais rápidos e agressivos e também busca tornar o esporte mais emocionante e imprevisível. Mas os rumos do Mundial não vão mudar apenas na esfera esportiva. Isso porque, depois de quase 40 anos, Bernie Ecclestone vai deixar o comando da F1. A confirmação foi feita pelo próprio dirigente em entrevista publicada pela revista alemã 'Auto Motor und Sport'.

O britânico, que chegou a disputar provas da categoria, se notabilizou mesmo pelo seu tino para os negócios. Ex-chefe de equipe da Brabham, Ecclestone deu o pulo do gato e se tornou proprietário dos direitos de transmissão da F1 a partir de 1978, se tornando executivo-chefe da antiga FOCA (Associação dos Construtores da F1), adquirindo muita influência e poder. Mas tudo começou a mudar com a chegada do Liberty Media, gigante conglomerado norte-americano, como acionista majoritário da F1. E foi a empresa, que teve o aval da FIA para concretizar a compra da F1, quem determinou o começo de uma nova era no esporte, oficializada pelo próprio dirigente neste segunda-feira (23).

“Fui deposto hoje. Vou embora, isso é oficial. Não dirijo mais a empresa. Minha posição foi assumida por Chase Carey”, declarou Ecclestone em fala divulgada pela revista alemã ‘Auto Motor und Sport’. “Meus dias no escritório estão ficando um pouco mais calmos agora. Ainda tenho um monte de amigos na F1. E eu ainda tenho dinheiro suficiente para poder pagar uma visita a uma corrida”, acrescentou o britânico, que vai assumir uma função simbólica de presidente honorário.

“Minha nova posição é agora uma expressão americana. Uma espécie de presidente honorário. Vou assumir esse título sem saber ao certo o que significa”, disse.

Neste primeiro momento, o presidente do Liberty Media, Chase Carey, vai acumular a função com a de diretor-executivo da F1.

Leia mais no MSN

---------------


Liberty Media abre nova era e determina saída de Ecclestone do comando da F1 após quase 40 anos Liberty Media abre nova era e determina saída de Ecclestone do comando da F1 após quase 40 anos Reviewed by Anderson Nascimento on 19:30:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.