Zebra uzbeque: em cinco horas, 117º do mundo elimina Djoko na Austrália

Os 16 minutos do primeiro game mostraram que Djokovic teria – muito – trabalho. Eles viraram quase cinco horas - 4h50, para ser mais exato - de um jogo surpreendente que terminou com uma das maiores zebras recentes da história do tênis. Atual campeão, maior vencedor do Aberto da Austrália e número 2 do mundo, Djoko caiu para o uzbeque Denis Istomin, 117º no ranking da ATP, por 3 sets a 2, com parciais de 7/6, 5/7, 2/6, 7/6 e 6/4. Com isso, o sérvio perdeu a chance de ultrapassar o britânico Andy Murray e recuperar o posto de número 1 do mundo.   
Novak não caiu tão precocemente no Aberto da Austrália desde 2007, quando foi eliminado na quarta rodada. A partir de 2008, quando foi campeão pela primeira vez, o sérvio sempre chegou, pelo menos, às quartas de final. Na próxima rodada, Istomin encara o espanhol Pablo Carreno Busta, cabeça de chave número 30, que passou pelo britânico Kyle Edmund. Após a partida, o uzbeque, que tem 30 anos, não escondeu sua surpresa com o resultado. E chegou a pedir desculpas para o ex-número 1 do mundo.
– Primeiramente, me sinto mal por Novak. Eu estava jogando tão bem, estou surpreso comigo mesmo. Eu não sei o que dizer. Agora sinto que posso jogar com esses caras – disse o tenista.
Usbeque Denis Istomin comemora muito a vitória sobre o sérvio Novak Djokovic, maior campeão do Aberto da Austrália na Era Moderna (Foto: Reuters)Uzbeque Denis Istomin comemora muito a vitória sobre o sérvio Novak Djokovic
Atual campeão, Djokovic salvou seis breakpoints no primeiro game. Desde o início, Istomin mostrou que seria páreo duro. O uzbeque levou o primeiro set ao tie-break, viu o número 2 do mundo abrir 4 a 1 e ainda ter um ponto do set em suas mãos, mas não desistiu. Com dois erros não forçados do sérvio, Denis surpreendeu e fechou o set por 7 a 6. Foi a primeira vez que Djokovic perde o primeiro set de um jogo da competição desde 2013. Mas o hexacampeão do Aberto da Austrália reagiria. Mas não teria vida fácil.
No segundo set, o jogo seguiu equilibrado e novamente quase foi ao tie-break. O sérvio mostrou que não se abalou com o revés no começo da partida, salvou dois set points do rival e fechou em 6/5. O terceiro set seria o mais tranquilo de todo o jogo. Djoko logo quebrou o saque do uzbeque e garantiu a virada ao fazer 6/2. Mas isso não significaria uma vitória tranquila a partir dali. 
Leia mais no GE

---------------


Zebra uzbeque: em cinco horas, 117º do mundo elimina Djoko na Austrália Zebra uzbeque: em cinco horas, 117º do mundo elimina Djoko na Austrália Reviewed by Anderson Nascimento on 22:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.