Após morte de sindicalista e ameaças, ônibus param de circular na Grande Vitória


O Sindicato dos Rodoviários de Vitória determinou que todos os ônibus na região metropolitana retornassem aos terminais e informou que o serviço será paralisado por tempo indeterminado devido à falta de segurança.

Segundo o presidente do sindicato da capital, Edson Bastos, nesta quinta-feira (9) o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Guarapari (cidade litorânea a 54 km de Vitória), Wallace Barão, foi encontrado morto com um tiro em Vila Velha, na região metropolitana, e diversos motoristas foram ameaçados.

"A gente tentou, mas não tem como trabalharmos dessa forma. Mataram o Barão, ameaçaram colocar fogo em ônibus, só voltamos quando for realmente seguro transitar", afirmou.

De acordo com Bastos, o sindicalista foi encontrado morto em seu carro por volta das 6h. Depois, homens armados ameaçaram incendiar um coletivo no centro de Vitória, caso os ônibus não retornassem para as garagens.

No bairro de Laranjeiras, na cidade de Serra, um homem vestido de preto teria mostrado uma arma para o motorista, diz Bastos. "Estamos recolhendo tudo." As empresas chegaram a postar nas redes sociais comunicados informando a paralisação da circulação.
Em nota, a Polícia Civil informou que o caso é investigado e que, até o final desta manhã, nenhum suspeito havia sido preso.

Leia mais no UOL


---------------


Cursos sem mensalidades e 100% online a partir de R$ 29,90
Curso de Empreendedorismo
Curso de Redes Sociais
Curso de AutoCAD
Após morte de sindicalista e ameaças, ônibus param de circular na Grande Vitória Após morte de sindicalista e ameaças, ônibus param de circular na Grande Vitória Reviewed by Anderson Nascimento on 15:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.