Para Noriega, derrota não alarma o Palmeiras, mas falta "resposta"

Na segunda rodada do Campeonato Paulista, o Palmeiras sofreu sua primeira derrota em 2017, diante do Ituano, por 1 a 0. O resultado ruim não é motivo de alarme para o Alviverde, na opinião do comentarista Maurício Noriega. Para o jornalista, havia uma grande diferença de preparação física entre as duas equipes e os outros grandes clubes de São Paulo também sofrem neste início de ano.
- Essas oscilações vão acontecer, a gente está vendo no campeonato. O Santos atropelou o Linense e tomou um sufoco. O São Paulo tomou uma goleada na estreia e aplicou uma goleada. O Corinthians ganhou o primeiro jogo e perdeu o segundo. O Palmeiras ganhou o primeiro jogo e perdeu o segundo. Isso vai acontecer por algumas rodadas, até haver uma equiparação na preparação física. Ficou evidente como o Ituano pôde marcar o Palmeiras. Tem mais mérito do Ituano que demérito do Palmeiras - disse o comentarista, no "Troca de Passes".
Ituano x Palmeiras (Foto: Miguel Schincariol / Divulgação Ituano)O Palmeiras foi derrotado pelo Ituano em estreia (Foto: Miguel Schincariol / Divulgação Ituano)
Maurício Noriega afirmou que, após a saída de Cuca e a chegada de Eduardo Baptista, o novo treinador ainda não implantou suas ideias.
- Como ele quer armar esse time do Palmeiras? Ele tem um 4-1-4-1, mas a resposta dentro de campo ainda não veio. Não dá para "pescar" o que o Palmeiras quer. Se é um time que vai marcar muito forte; se vai aproximar as duas linhas e atacar muito; se vai segurar os laterais e vai chegar com três jogadores na frente sempre. Vamos esperar um pouco mais. O Palmeiras teve poucos bons momentos no jogo. Existia um jeito de jogar do Cuca, que terminou coroado com o título brasileiro. O Eduardo Baptista tem ideias diferentes.
Para Maurício Noriega, porém, a cobrança deve ser feita a partir da estreia na Libertadores, no dia 8 de março. O Palmeiras vai estrear contra Junior Barranquilla ou Atlético Tucumán.
- O que tem que ser cobrado do Palmeiras, assim como do Flamengo, do Santos, do Atlético-MG e do Grêmio, é a partir do começo da fase de grupos da Libertadores. Ali já vai ter tempo de trabalho, jogado dentro e fora de casa, já vai ter jogado clássico, já vai ter perdido, ganhado. Aí sim, pode-se começar a cobrar a implantação da ideia de jogo.
Com o resultado, o Palmeiras caiu para a terceira posição do Grupo C. Na quinta-feira, o Alviverde recebe em sua arena o São Bernardo.




---------------


Cursos sem mensalidades e 100% online a partir de R$ 29,90
Curso de Empreendedorismo
Curso de Redes Sociais
Curso de AutoCAD
Para Noriega, derrota não alarma o Palmeiras, mas falta "resposta" Para Noriega, derrota não alarma o Palmeiras, mas falta "resposta" Reviewed by Anderson Nascimento on 21:30:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.