Renato nega superpoderes no Grêmio, vê perseguição e quer meia esquerda


Longe das coisas que mais gosta, Renato Portaluppi não viveu das melhores semanas desde que voltou ao Grêmio. Viu seu camisa 10 e jogador diferenciado se lesionar e sofreu um mar de críticas por não acompanhar o time em Brasília, na derrota para o Flamengo, na Primeira Liga. Inquieto, parece ter a necessidade de aproveitar cada minuto para conseguir resolver todos os problemas que aparecem a sua frente.

Cada passo no clube tem o conhecimento do treinador. Mas Renato, ídolo da torcida, rechaça o rótulo de "superpoderoso" e cita até mesmo "perseguição" pela repercussão dada a suas declarações e atitudes.

– O Renato tem superpoderes... Isso não existe. O Renato é empregado do clube. Tem um chefe, que é o vice-presidente Odorico Roman, e o presidente. Eles me escutam, eu procuro falar o que é preciso, o que é necessário. Mas a decisão cabe a eles. Quem cuida do dinheiro é eles – diz o técnico em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com.

Leia mais no GE


---------------


Cursos sem mensalidades e 100% online a partir de R$ 29,90
Curso de Empreendedorismo
Curso de Redes Sociais
Curso de AutoCAD
Renato nega superpoderes no Grêmio, vê perseguição e quer meia esquerda Renato nega superpoderes no Grêmio, vê perseguição e quer meia esquerda Reviewed by Anderson Nascimento on 23:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.