Da tragédia ao título em 159 dias: cinco passos na reconstrução da Chape campeã

Um bicampeonato inédito, um processo de reconstrução consolidado, e a certeza de que Chapecó voltou a sorrir. Tudo aconteceu muito rápido para Chapecoense desde o fatídico acidente de 29 de novembro, na Colômbia. Sem muito tempo para pensar, o clube remontou o elenco para a temporada mais importante de sua história, soube lidar com os erros e precisou de apenas 159 dias para trocar as lágrimas que tomaram conta da cidade pelos sorrisos com direito a buzinaço nas ruas e gritos de campeão. O GloboEsporte.com listou pontos determinantes na volta por cima do Verdão, que, mesmo com a derrota por 1 a 0 para o Avaí, levantou o sexto campeonato catarinense de sua história:

Montagem do elenco
Quatro meses e um dia. Esse foi o tempo necessário para Chapecoense transformar um elenco montado praticamente do zero em campeão estadual. Ao todo, foram 25 contratações para temporada. Do time titular na decisão com o Avaí, apenas Moisés Ribeiro estava no clube no ano passado. Sucesso que reflete a paciência de uma equipe que soube sofrer no primeiro turno em busca do conhecimento e entrosamento necessários para atropelar os adversários no segundo turno, em campanha que rendeu a vantagem determinante para conquista do bicampeonato. Mas a nova Chape não para por aí. A expectativa é pela confirmação da chegada de Seijas nesta semana e cerca de outras três peças para disputa do Brasileirão.

Equipe mutante
A Chapecoense soube se reinventar durante o Campeonato Catarinense até encontrar a formação ideal. Uma prova disso é que metade do time da estreia, diante do Inter de Lages, no fim de janeiro, foi alterado para última partida com o Avaí. Luiz Otávio, Nathan, Moisés Ribeiro, Luiz Antonio e Arthur Caíke ganharam a posição durante a competição, e Vagner Mancini não se privou de fazer as alterações necessárias. Neste período, encontrou a formação ideal com Girotto como primeiro volante e Luiz Antonio com maior liberdade, e depois ainda descobriu Nathan e João Pedro como meio-campistas. Por mais que o esquema 4-3-3 tenha sido mantido, a alternância nas peças mudou bastante o posicionamento e postura do time.

Leia mais no GE

---------------


Cursos sem mensalidades e 100% online a partir de R$ 29,90
Curso de Fotografia
Curso de Administração
Programa de Afiliados - ----
Da tragédia ao título em 159 dias: cinco passos na reconstrução da Chape campeã Da tragédia ao título em 159 dias: cinco passos na reconstrução da Chape campeã Reviewed by Anderson Nascimento on 22:30:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.