Mudança em jornal exige troca de jurados no Prêmio Carpress 2017


Com a chegada do mês de outubro, os modelos elegíveis a concorrer ao Prêmio Carpress chegam à reta final. Uma primeira mudança no júri desta primeira edição já acaba de ocorrer, com a saída do jornalista Ricardo Ribeiro do cargo de editor do caderno “Máquina” do jornal “Agora SP” (Grupo Folha).

“Excelente profissional, Ricardo resolveu alçar outros voos e, em setembro, foi para Coimbra, em Portugal, fazer mestrado em jornalismo e comunicação. Não deixou a área, pois ainda segue colaborando com veículos no Brasil”, afirma Luís Perez, publisher do Carpress. “Mas a escolha que fez o torna inelegível para votar em lançamentos a partir do EcoSport.” O utilitário esportivo foi apresentado pela Ford no Salão de Buenos Aires (Argentina) e lançado logo em seguida.

Assim, o jornalista Fernando Pedroso, que assumiu seu posto – é editor-assistente do mesmo caderno “Máquina” –, foi imediatamente nomeado como o jurado que o substituirá para votar nos lançamentos que vêm em seguida, como novo Volkswagen Polo, Chevrolet Equinox, entre outros. “A escolha foi natural, e o processo de aprovação do nome de Pedroso durou não mais do que 24 horas”, comenta Perez. A substituição era necessária para que não houvesse uma desvantagem em potencial no número de votos em modelos lançados após a saída de Ribeiro, que só avaliou até o EcoSport, em 25 de julho. Os jurados não podem votar em veículos que não avaliarem.

O Prêmio Carpress tem 12 categorias: Grande Prêmio Carro Carpress®, Melhor Carro (até R$ 109.999), Melhor Carro Premium (inclui importados, a partir de R$ 110.000), Melhor SUV, Melhor Picape, Destaque Saudade Carpress® (para modelos que saíram de linha no período que corresponde à premiação), Destaque Eficiência Energética Carpress® (para modelos que gastam menos), Destaque Tecnologia Carpress® (pode ser motor, tecnologia híbrida etc.), Melhor Comercial/Campanha publicitária (vale TV ou web), Melhor Ação de Vendas, Executivo do ano Carpress® e Melhor Carro Escolha da Audiência (voto do internauta).

Votam na premiação, além dos membros do Comitê Gestor – Luís Perez (publisher do Carpress) e Wandick Donett (editor-executivo do Carpress) –, os jornalistas Alex Ruffo (Speedway e Mega Motor), Antônio Meira Jr. (Correio), Eugênio Augusto Brito (UOL Carros), Flavio Silveira (Motor Show), Giu Brandão (MundoSobreRodas), Jorge Moraes (Auto Motor Nordeste), Marcelo Queiroz (Autopolis), Ricardo Ribeiro (Agora SP) e, agora, Fernando Pedroso (Agora SP).

“Automóveis que não tenham sido avaliados por pelo menos um dos membros do Comitê Gestor estarão automaticamente inelegíveis”, afirma Perez. “É uma forma de valorizar o veículo, que faz uma cobertura seletiva do setor, publicando o que de mais importante acontece para a vida prática do leitor.”

A edição 2017 do Prêmio Carpress é patrocinada pelo Grupo ZF, um dos maiores fornecedores do setor automotivo no mundo. De origem alemã, a ZF é líder global em drivelines e tecnologias de chassis, além de segurança ativa e passiva. A companhia tem aproximadamente 137 mil colaboradores ao redor do mundo em cerca de 230 plantas em 40 países. Também tem como media partners as agências Printer Press e Textofinal.





---------------


Cursos sem mensalidades e 100% online a partir de R$ 29,90
Curso de Fotografia
Dicas para sua carreira
Programa de Afiliados - ----
Mudança em jornal exige troca de jurados no Prêmio Carpress 2017 Mudança em jornal exige troca de jurados no Prêmio Carpress 2017 Reviewed by Anderson Nascimento on 18:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.