Febre amarela já matou 10 pessoas e 501 macacos em SP em 16 meses

O Estado de São Paulo teve dez mortes de humanos e outros 501 óbitos de macacos por febre amarela de julho de 2016 a novembro deste ano, de acordo com levantamento da secretaria de saúde da gestão Alckmin (PSDB).
O número representa uma média de 29 animais mortos por mês pela doença. Os 16 meses analisados integram o período em que houve a maior incidência de casos no Estado de São Paulo.
Dos 501 macacos que morreram por febre amarela, 74% deles foram localizados em regiões de mata da cidade de Campinas (a 96 km da capital paulista).
A pasta da saúde afirma que localizou ao todo 2.147 primatas mortos – todos foram submetidos a exames laboratoriais que detectaram a causa dos óbitos.
A transmissão da febre amarela para os macacos é feita pelo mosquito haemagogus, comum nas áreas de mata. Os primatas, apesar de hospedeiros do vírus, não o transmitem à população – quem o faz são os mosquitos Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue, após picarem alguém já infectado.
Leia mais no MSN



---------------

Cursos sem mensalidades e 100% online a partir de R$ 29,90
Curso de Fotografia
Curso de Marketing
Curso de Photoshop
Curso de Administração
Dicas para sua carreira
Programa de Afiliados - ----

Curso de Inglês Curso de Administração Curso de AutoCAD Curso de Redes Sociais Curso de Empreendedorismo
Febre amarela já matou 10 pessoas e 501 macacos em SP em 16 meses Febre amarela já matou 10 pessoas e 501 macacos em SP em 16 meses Reviewed by Anderson Nascimento on 21:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.