Mairiporã decreta calamidade na saúde após mortes por febre amarela


A prefeitura de Mairiporã, na Região Metropolitana de São Paulo, decretou situação de emergência e calamidade na saúde pública para executar ações de controle da febre amarela.

O decreto, assinado pelo prefeito Antônio Ayacida (PSDB) e publicado nesta terça-feira, 16, permite o uso de verbas para as horas extras de servidores envolvidos em campanhas de vacinação e a compra de repelentes para moradores que não podem tomar a vacina.

De acordo com a prefeitura, a cidade registrou 11 casos positivos da doença, com seis mortes. Outros casos ainda são investigados.

O decreto vale por 180 dias e permite ainda a entrada forçada em imóveis, no caso de recusa, para fiscalização e combate aos mosquitos transmissores da febre. Possibilita ainda a contratação emergencial de mão de obra e serviços para ações de pulverização contra os mosquitos que transmitem a doença.

Leia mais no MSN


---------------

Desenvolve Cursos

Cursos sem mensalidades e 100% online a partir de R$ 29,90
Curso de Fotografia
Curso de Marketing
Curso de Photoshop
Curso de Administração
Curso de Empreendedorismo - - Desenvolve Cursos

Curso de Inglês Curso de Administração Curso de Excel
Mairiporã decreta calamidade na saúde após mortes por febre amarela Mairiporã decreta calamidade na saúde após mortes por febre amarela Reviewed by Anderson Nascimento on 23:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.