Forças Armadas vão fechar acessos ao Estado do Rio


Está com problemas para visualizar essa mensagem? Clique aqui e leia no seu navegador >>


Estadão

Militares apoiam ação na Kelson's, na região da Penha. Crédito: Wilton Júnior/Estadão


Forças Armadas vão fechar acessos ao Estado do Rio


Bom dia,
Exército, Marinha e Aeronáutica irão fechar as rotas de entrada de armas e drogas no Rio com barreiras em estradas, na Baía de Guanabara, no porto e no Aeroporto Tom Jobim. As ações são parte da estratégia para a intervenção federal na Segurança Pública do Estado. Operações que já vinham contando com apoio das Forças Armadas levaram a um mapeamento dos principais acessos usados pelo tráfico no Estado.
Os mandados de busca e apreensão coletivos requisitados à Justiça devem ser analisados a cada caso, segundo os ministros que participam do planejamento. Em nota, a PGR contestou a intervenção e cobrou detalhamento das ações. Para os procuradores, o decreto federal tem "vícios que, se não sanados, podem representar graves violações à ordem constitucional e, sobretudo, aos direitos humanos".
O governo também acionou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para rastrear o dinheiro do crime organizado dentro e fora do Brasil. O Estado apurou que o governo tem informações sobre todas as facções criminosas e o índice de corrupção que atinge as polícias no Rio.
E enquanto trabalha na ofensiva pela segurança, o governo enterra de vez a reforma da Previdência e não convence com plano B. A agenda econômica que lista 15 projetos para ajustar contas, muitos já em tramitação, foi criticada até mesmo pelos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB), que se negaram a apressar votações. Analistas afirmam que as propostas não resolvem a crise fiscal.
Veja também:
  • Economia
Projeto propõe duplo mandato ao Banco Central. Inspirado no modelo do Fed, proposta é que instituição tenha metas para inflação e crescimento econômico.
  • Política
  • Internacional
Síria tem pior massacre em sete anos de guerra, afirmam ONGs. Tropas de Assad mataram 250 pessoas em três dias. Entre as vítimas, estão 58 crianças.
  • Cultura
Jogo de aparências. 'Trama Fantasma', que estreia amanhã, mostra o gênio de um artista e a força de uma mulher. Em Berlim, novo longa de Gus Van Sant arranca lágrimas e elogios do público.
  • Esportes
Jogadores se unem contra abusos. Com nomes de destaque no cenário nacional, como Rodrigo Caio, Moisés e Edu Dracena, campanha alerta para tema considerado tabu no meio do futebol



O Estado de S.Paulo, 21/2/2018

Navegue por todas as páginas da edição impressa com agilidade e praticidade - pelo celular, tablet ou computador



Ideias perigosas

O desejo de acabar com o crime no Rio não pode atropelar direitos e garantias dos cidadãos


'Estadão Podcasts': Baixe e ouça agora notícias e análises

A última instância

Saiba como recorrer à Justiça quando a montadora e a concessionária não resolvem problemas no veículo


Aplicativo russo obtém dados pessoais de usuários. Crédito: Reprodução


O seu dia a dia



Aplicativo coleta dados de e-mail, lista de amigos e histórico de sites
Amigos cientistas farão de tudo para tentar conhecer o fundador da Microsoft


Os falcões de fogo espalham incêndios para desentocar suas presas. Crédito: Geoff Whalan


NYTIW



Guardas florestais enfrentam problemas com aves que retiram gravetos em chamas de incêndios
Durante décadas, o número de mulheres estudando economia pareceu aumentar, mas esse progresso estagnou


São Paulo (SP)
Hoje
min. 20° max 28°
Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
Rio de Janeiro (RJ)
Hoje
min. 24° max 36°
Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
Foi notícia em 21 de fevereiro de 1973
URSS reforça poderio militar

VEJA MAIS


Compartilhe:   Facebook   Twitter   linkedin   Google mais
Estadão

Opinião

Política

Economia & Negócios

Brasil

Internacional

Esportes

Cultura

Últimas

Assine


Grupo Estado. Copyright © 1995-2018. Todos os direitos reservados

Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada, adicione o e-mail naoresponda@estadao.com.br ao seu catálogo de endereços.

O Estadão.com.br respeita a sua privacidade e é contra o spam na rede.

Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição aqui.

Forças Armadas vão fechar acessos ao Estado do Rio Forças Armadas vão fechar acessos ao Estado do Rio Reviewed by William Nascimento on 11:41:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.