‘O problema do Rio não são os bandidos, são os mocinhos’, diz ex-chefe da Polícia Civil

Os diagnósticos incisivos de Hélio Luz, ex-chefe da Polícia Civil no Rio, ficaram marcados na memória de quem, há quase 20 anos, o assistiu no documentário "Notícias de Uma Guerra Particular", descrevendo uma polícia que foi "criada para ser violenta e corrupta" e teria papel de "garantir uma sociedade injusta".

"Como você mantém os excluídos todos sob controle, ganhando R$ 112 por mês? Com repressão", disse aos diretores João Moreira Salles e Kátia Lund, na época em que chefiava a Polícia Civil fluminense, entre 1995 e 1997, referindo-se ao valor do salário mínimo de então.

Aos 72 anos, Luz está aposentado, afastado da vida pública e vive com a família em Porto Alegre, onde nasceu. Mas continua acompanhando de perto as notícias da guerra particular que não acaba no Rio.

Leia mais no MSN




---------------


Cursos para horas complementares
Curso de Excel
‘O problema do Rio não são os bandidos, são os mocinhos’, diz ex-chefe da Polícia Civil ‘O problema do Rio não são os bandidos, são os mocinhos’, diz ex-chefe da Polícia Civil Reviewed by Anderson Nascimento on 23:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.