Sem Previdência, governo terá de cortar R$ 14 bilhões do Orçamento de 2019


Está com problemas para visualizar essa mensagem? Clique aqui e leia no seu navegador >>


Estadão

Temer entre os ministros Eliseu Padilha e Dyogo Oliveira. Crédito: Fabio Motta/Estadão


Sem Previdência, governo terá de cortar R$ 14 bilhões do Orçamento de 2019


Bom dia,
Com a reforma da Previdência praticamente enterrada após o decreto de intervenção federal no Rio, o governo deixa de contar com a economia de R$ 14 bilhões prevista para o ano que vem. Assim, terá de cortar despesas de políticas públicas e programas. O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, diz que a ideia é reforçar o pente-fino e focar a distribuição de recursos naqueles considerados mais eficientes.
E a nova bandeira da Segurança Pública gera cada vez mais comentários sobre uma eventual candidatura do presidente Michel Temer à reeleição. Nessa quarta-feira, o ex-presidente Lula acusou Temer de estar buscando um nicho de eleitores de Bolsonaro para tentar se reeleger. Em reunião do MDB, o fiel escudeiro Carlos Marun, ministro da Secretaria de Governo, disse que o presidente "teria todas as chances" de ganhar. Mas não parece ter conseguido apoio para a ideia nem dentro do próprio partido. Oficialmente, o Planalto nega que a intervenção federal no Rio tenha ambição eleitoral.
E com o reforço militar no Rio, os Estados vizinhos se preparam para a possível fuga de criminosos. Em São Paulo, barreiras começaram a ser montadas em estradas e a Polícia estuda ações e aumento do efetivo na divisa. A editoria de Metrópole também revela que os militares estão preocupados com a segurança jurídica nas operações no Rio. As Forças Armadas querem evitar que seus membros sejam julgados pela Justiça comum. Comandantes vão pedir que integrantes do Ministério Público e do Poder Judiciário participem de operações.

A Polícia Federal realiza nesta manhã buscas no gabinete da Casa Civil do Paraná. Primeira operação da Lava Jato em 2018 investiga corrupção em concessão de rodovias federais.
Veja também:
  • Política
Alckmin deve intervir nos maiores colégios eleitorais. Pré-candidato do PSDB à Presidência, governador paulista terá a palavra final sobre candidaturas tucanas nos Estados.
  • Internacional
Trump quer armar professores contra ameaça de atiradores em massa. Presidente recebeu estudantes que pediram revisão da política de venda de armas, mas não indicou possibilidade de mudanças.
  • Cultura
De bocas abertas. Quarto Gig Nova mostra hoje, na casa Tupi or not Tupi, uma reunião inédita de vozes a capela.



O Estado de S.Paulo, 22/2/2018

Navegue por todas as páginas da edição impressa com agilidade e praticidade - pelo celular, tablet ou computador



Uma reação estranha

Não foi boa coisa o abandono da reforma da Previdência. Esse equívoco, no entanto, não invalida a necessidade das 15 medidas do pacote do governo


'Estadão Podcasts': Baixe e ouça agora notícias e análises

A Páscoa vem aí

Quer provar os melhores ovos de 2018? Inscreva-se na megadegustação do Paladar


Água límpida permite ver peixes e ponte na trilha. Crédito: Divulgação/Recanto Ecológico Rio da Prata


O seu dia a dia



Vídeo foi publicado por funcionário do Recanto Ecológico do Rio da Prata e viralizou
Versão goiana de 'Os Donos da Bola', da Band, constrangeu jovem de 23 anos


'No país de onde eu venho, a cor pode ser uma manifestação de força', disse estilista do Nepal. Crédito: Andres Kudacki/AP


NYTIW



Durante a Semana da Moda de Nova York, Prabal Gurung se dedicou inteiramente à campanha
Estranha casa será construída nas proximidades da antiga residência de autor do quadro 'O Grito'


São Paulo (SP)
Hoje
min. 19° max 28°
Sol e muitas nuvens à tarde. À noite o tempo fecha e ocorrem pancadas de chuva.
Rio de Janeiro (RJ)
Hoje
min. 22° max 31°
Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite.
Foi notícia em 22 de fevereiro de 2013
Brasil se omitiu sobre direitos humanos em Cuba, diz Yoani

VEJA MAIS


Compartilhe:   Facebook   Twitter   linkedin   Google mais
Estadão

Opinião

Política

Economia & Negócios

Brasil

Internacional

Esportes

Cultura

Últimas

Assine


Grupo Estado. Copyright © 1995-2018. Todos os direitos reservados

Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada, adicione o e-mail naoresponda@estadao.com.br ao seu catálogo de endereços.

O Estadão.com.br respeita a sua privacidade e é contra o spam na rede.

Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição aqui.

Sem Previdência, governo terá de cortar R$ 14 bilhões do Orçamento de 2019 Sem Previdência, governo terá de cortar R$ 14 bilhões do Orçamento de 2019 Reviewed by William Nascimento on 10:43:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.