Temer decreta intervenção na segurança do Rio; medida pode impedir votação da Previdência


Está com problemas para visualizar essa mensagem? Clique aqui e leia no seu navegador >>


Estadão

Decreto será publicado hoje; com medida, Exército terá responsabilidade sobre polícias do Estado. Crédito: Fabio Motta/Estadão


Temer decreta intervenção na segurança do Rio; medida pode impedir votação da Previdência


Bom dia, é sexta-feira!
O presidente Michel Temer decidiu decretar intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro. O Exército irá assumir a segurança pública do Estado, com responsabilidades sobre as polícias, bombeiros e as áreas de inteligência, inclusive com poder de prisão de seus membros.
Ao vivo: acompanhe a repercussão da intervenção federal no Rio. Nesta manhã, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afastou o secretário de Segurança, Roberto Sá.
Impacto na Previdência: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, diz que a intervenção inviabiliza a votação da reforma até o dia 28. A legislação impede mudanças na Constituição durante intervenções.
Vera Magalhães: segurança vira plataforma emergencial para Michel Temer. Contra impopularidade de mais de 70%, haja reviravolta para tornar essa candidatura viável.

Dias após ter reunião e receber elogios do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luciano Huck anunciou que não será candidato à Presidência da República. "Não serei candidato, mas não quero falar mais sobre o assunto agora. Preciso digerir a decisão", disse, à coluna Direto da Fonte do Estadão.
O apresentador já havia anunciado que não seria candidato, no final do ano passado, mas voltou a se encontrar com políticos, representantes do setor econômico e de movimentos de 'renovação política', como o RenovaBR e o Agora!, desde o início do ano. Os grupos de outros presidenciáveis, como Maia e Meirelles, ainda veem o anúncio com ceticismo, diante da indecisão do apresentador.
Para Vera Rosa, mesmo fora da disputa, Huck "colocou mais fogo no caldeirão" das eleições e deve se tornar um importante cabo eleitoral. A Coluna do Estadão revela que o global avalia apoiar Alckmin na disputa. Entre investidores, uma sondagem da BTG revelou que o tucano é o preferido.
Enquanto isso, em Brasília, o governo sofre pressões para exonerar o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, depois de entrevista que indicou possível interferência em investigações. Entidades que representam delegados da PF e grupos de oposição ameaçam ir ao Supremo Tribunal Federal contra Segovia.
Veja também:
  • Economia
Argentina pressiona, mas não consegue reduzir importação de carros brasileiros. As montadoras desafiam acordo com o país vizinho e exportam acima do permitido, o que pode gerar multas.
  • Internacional
Atirador que matou 17 em escola treinou com grupo supremacista branco. Com apenas 19 anos e expulso da escola por ser considerado perturbado emocionalmente, Nikolas Cruz usou arma comprada legalmente.
  • Metrópole
Temporal mata quatro e leva caos ao Rio. Leia também: Vacina de febre amarela atinge só 19% do público-alvo.
  • Caderno 2
O gênero Tapa. Grupo com quase 40 anos de estrada estreia espetáculo 'A Cantora Careca', de Ionesco. Ainda: Contos de Truman Capote e o feminino em 'Experimento H'.
  • Esportes
Tite diz que não será usado por políticos com a Copa do Mundo. 'Não vou a Brasília nem na ida nem na volta, nem ganhando nem perdendo', diz, em entrevista ao Estado.



A hora da coragem histórica

Chegou-se a um ponto em que o Brasil precisa que a reforma da Previdência seja discutida e votada pelos deputados, sem mais delongas



O Estado de S.Paulo, 16/2/2018

Navegue por todas as páginas da edição impressa com agilidade e praticidade - pelo celular, tablet ou computador.


'Estadão Podcasts': Baixe e ouça agora notícias e análises

Na edição desta sexta: MÃO NA MASSA

Uma seleção de vinte cursos - de áreas como música, culinária, teatro e costura - para começar o ano aprendendo


Ferramenta deve passar a valorizar mais fotos e vídeos. Crédito: Twitter


O seu dia a dia



Microblog deve passar por reformulação para se tornar mais 'palatável'
Rapaz tirou selfie com foliões negros e sugeriu que eles roubariam celulares


Startups obtêm a água diretamente do aquífero que alimenta o Crooked River de Oregon. Crédito: Leah Nash para The New York Times


NYTIW



No Vale do Silício, cresce movimento pelo consumo de água em estado bruto
Em quase 30 anos, série fez várias alusões que se confirmaram na vida real


São Paulo (SP)
Hoje
min. 17° max 24°
Chuvoso de manhã. Aberturas de sol à tarde e pancadas de chuva que vão até a noite.
Rio de Janeiro (RJ)
Hoje
min. 20° max 28°
Chuvoso durante o dia e a noite.
Foi notícia em 16 de fevereiro de 1992
Erundina cobrará IPTU dos isentos

VEJA MAIS


Compartilhe:   Facebook   Twitter   linkedin   Google mais
Estadão

Opinião

Política

Economia & Negócios

Brasil

Internacional

Esportes

Cultura

Últimas

Assine


Grupo Estado. Copyright © 1995-2018. Todos os direitos reservados

Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada, adicione o e-mail naoresponda@estadao.com.br ao seu catálogo de endereços.

O Estadão.com.br respeita a sua privacidade e é contra o spam na rede.

Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição aqui.

Temer decreta intervenção na segurança do Rio; medida pode impedir votação da Previdência Temer decreta intervenção na segurança do Rio; medida pode impedir votação da Previdência Reviewed by William Nascimento on 17:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.