Cavani, o camponês que furou a fila e passou como furacão pelo Uruguai

Foi a segunda tentativa de Edinson na capital. No fim de sua adolescência, ele superou uma distância de cerca de 500 km para sair de sua cidade natal e se apresentar ao simples centro de treinamento da base do Danubio, num bairro pobre de Montevidéu. Vinha com boas referências para participar de uma peneira, e o então treinador do sub-17, Gustavo Dalto, não teve dúvidas:

- Havia muita gente esperando para fazer o teste. Quando o vimos, fizemos passar à frente, porque sabíamos que ele tinha qualidade. Com poucos minutos de vê-lo jogar e se movimentar, percebemos. Sabíamos que tinha que ficar. Notava-se que seria craque. Era muito diferente – contou Dalto.

O rapaz alto e magro de 17 anos era Edinson Cavani. Tão rápida quanto seu teste foi sua passagem pelo Danubio. Foram apenas seis meses no profissional até ser vendido ao Palermo, da Itália.

De lá, fez sucesso no Napoli e chegou ao Paris Saint-Germain, pelo qual será a principal arma no duelo desta terça-feira, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, contra o Real Madrid.

Leia mais no GE


---------------


Cursos para horas complementares
Curso de Excel
Cavani, o camponês que furou a fila e passou como furacão pelo Uruguai Cavani, o camponês que furou a fila e passou como furacão pelo Uruguai Reviewed by Anderson Nascimento on 23:30:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.