Mulheres sem poder: participação feminina nas eleições dos clubes ainda é pequena

Há 49 anos, Edméa Lima Brandão faz questão de votar nas eleições presidenciais do Vasco. Prestes a completar 89 anos, ela pouco participa da vida política, mas a idade avançada não a impediu de ir até a sede do clube, em São Januário, em meados de janeiro, para exercer o voto novamente.

A força de vontade de Edméa mantém a representação feminina no Vasco, que é a menor entre os clubes da Série A do Brasileiro. Dentro dos 311 conselheiros do clube, ela é uma das três mulheres do conselho do clube.

Um levantamento feito pelo GloboEsporte.com no último mês analisou o percentual de mulheres dentro do grupo de eleitores que escolhem os presidentes de clubes da primeira divisão. As mulheres representam apenas 11% do universo de pessoas aptas a votar em 19 clubes da Série A**. Do outro lado, o Palmeiras é o clube com a maior participação, com 23%.

Com informações públicas das últimas eleições e dados divulgados pelos próprios clubes, constatou-se também que, quanto mais próximos do poder estão os eleitores, menos mulheres fazem parte do processo eleitoral.

Entre os clubes com eleição direta, em que os sócios se tornam aptos a votar, a tendência é a maior participação feminina. Nos clubes onde a eleição é indireta e definida por conselhos, a presença de mulheres é menor.

É o caso do Vasco de Edméa, um dos cinco clubes da primeira divisão que têm menos de 4% de votos para presidente vindos de mulheres. O cruz-maltino faz parte do grupo de sete agremiações que realizam eleições indiretas, nas quais a escolha do mandatário fica a cargo dos conselheiros, assim como o São Paulo, que possui apenas 1,29% de conselheiras entre seus 235 votantes. Nenhum destes clubes supera os 10% de representação feminina no pleito presidencial.

Leia  a matéria completa no GE




---------------


Cursos para horas complementares
Curso de Excel
Mulheres sem poder: participação feminina nas eleições dos clubes ainda é pequena Mulheres sem poder: participação feminina nas eleições dos clubes ainda é pequena Reviewed by Anderson Nascimento on 20:30:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.