Primeiro ato: Julio Cesar inicia adeus com emoção, braçadeira e pouco trabalho


Vitória por 3 a 0 sobre o Boavista, liderança isolada do Grupo B da Taça Rio, golaços, algumas vaias... tudo isso ficou em segundo plano em Volta Redonda, nesta quarta-feira. A noite foi de Julio Cesar. Treze anos e três meses depois, ele voltou a vestir a camisa do Flamengo e começou a contar o último capítulo de sua história como jogador de futebol.

É verdade que ele não teve muito trabalho. Mais observou, orientou e curtiu do que defendeu. Culpa exclusiva do Boavista, inofensivo na partida, diante da boa marcação rubro-negra. O que não quer dizer que a noite não foi repleta de ansiedade e emoção.

Na chegada ao estádio, ansiedade. Julio Cesar admitiu que estava nervoso por voltar vestir a camisa e reencontrar a torcida do Flamengo. No vestiário, a surpresa. Amigos desde as categorias de base e companheiro em duas Copas da Mundo, Juan o chamou e o entregou a braçadeira de capitão.

Leia mais no GE


---------------


Cursos para horas complementares
Curso de Excel
Primeiro ato: Julio Cesar inicia adeus com emoção, braçadeira e pouco trabalho Primeiro ato: Julio Cesar inicia adeus com emoção, braçadeira e pouco trabalho Reviewed by Anderson Nascimento on 21:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.