Rally Minas Brasil: Rodrigo Luppi (Território Motorsport) é vice-campeão da prova na UTV Pró

O fim de semana, 10 e 11, foi desafiante para os competidores da primeira prova da temporada, realizada em Conceição do Mato Dentro e região, em terras mineiras. Além das adversidades do percurso na região de montanhas e pedras, a chuva dos três dias tornou o percurso extremamente liso, com poças, perigoso em vários trechos e exigiu cautela redobrada. A Território Motorsport levou três UTVs Can-Am Maverick X3 preparados pela equipe para o grid, entre eles, merece destaque o do piloto de Vinhedo (SP), Rodrigo Luppi #140, que começou com pé direito e foi vice-campeão do 1º Rally Minas Brasil na categoria UTV Pró.

Com 20 anos de off-road, o paulista estava afastado das competições desde 2004 e fez a primeira prova em um UTV em dezembro de 2017 (Rally dos Amigos). Gostou tanto da experiência que não hesitou em retornar com tudo, neste ano, para os campeonatos na categoria que mais cresce no rali nacional. “Estou feliz e satisfeito com o resultado obtido neste fim de semana. Meu objetivo era completar os dois dias e tentar ficar entre os 10 primeiros e consegui. Foi bom demais terminar em segundo na categoria, pois fui um pouco conservador na pilotagem”, afirma Luppi. “Apesar da chuva e de algumas contratempos que tive como um pneu furado no sábado, a própria adaptação ao veículo e não ter navegador, me surpreendi com o UTV. É muito rápido, macio, não judia fisicamente do competidor, transpõe os obstáculos facilmente e é muito bem preparado pela Território. É uma categoria que veio para ficar”, ressalta o piloto que manteve a décima posição na geral nos dois dias de disputa, entre os 47 UTVs inscritos na prova.

A dupla de Goiás também aprovou a estreia na categoria. Após várias temporadas competindo na categoria carros e conquistando pódios e títulos de peso, Rafael Cassol (Rio Verde) e Lélio Jr (Goiânia) #139 andaram na UTV Double. “O UTV é sensacional, a experiência foi muito válida, apesar de a prova ter sido exigente e difícil”, diz Cassol que vem de uma família de pilotos - pai (Vanderlei Cassol) e tio (Marcos Cassol). No sábado, a dupla vinha mantendo um bom ritmo quando deu uma escapada, devido ao piso liso, e na batida houve a quebra dos pivôs da balança e não completou o dia. Mas neste domingo Cassol e Lélio completaram toda a Especial e vieram numa tocada mais segura. “Tenho um UTV e ando bastante na fazenda, mas acelerar em uma prova é outra história e foi um desafio bem legal para gente, agora, após este teste vamos definir o que iremos fazer na temporada”, explica o piloto.

Já Edu Piano #104 largou bem no sábado, mas precisou driblar algumas adversidades e perrengues não faltaram ao multicampeão de rali, que está em sua segunda temporada na categoria e compete pela UTV Pró-Elite. No meio da Especial não se sentiu bem e precisou parar na trilha para se recuperar, quando retornou um competidor capotou na sua frente e Piano precisou ajudá-lo a sair da ribanceira, depois arrebentou a correia do seu UTV, ainda assim, conseguiu completar a primeira Especial do dia. Mas devido a um outro problema mecânico e à falta de uma peça, Piano não largou neste domingo. “Rali tem dessas coisas e estamos acostumados a nos superar e driblar vários tipos de obstáculos e situações de prova, agora vamos nos preparar para a próxima etapa. Essa prova foi importante para o Luppi e Cassol conhecerem melhor o equipamento. É gratificante saber que aprovaram o veículo e experiência, pois sou um grande incentivador da categoria”, destaca Piano.

Válida pelas 1ª e 2ª etapas do Brasileiro de Rally Baja, do Brasileiro de Rally Cross Country e do Campeonato Mineiro o certame contou com 93 veículos, entre motos, quadriciclos, UTVs e carros. No sábado os competidores percorreram duas Especiais, uma de 75 e outra de 81 quilômetros, mas o Prólogo foi cancelado devido ao mau tempo. No domingo, a última Especial foi cancelada e trecho cronometrado foi apenas de 75 quilômetros. A prova passou por por Itacolomi, Ouro Fino, Córregos, Santo Antônio do Cruzeiro, Tapera e Congonhas do Norte.

Equipe campeã- Com sede em Tatuí (SP), a Território Motorsport é uma das equipes mais tradicionais no grid do Rally dos Sertões e é chefiada por Edu Piano. Durante 12 temporadas (até 2014) a equipe representou o time oficial da Ford Caminhões (Ford Racing Trucks/ Território Motorsport) na competição e conquistou oito títulos. E também, entre 2011 e 2014, foi a equipe oficial da Troller (Troller Racing/Território Motorsport), que sagrou-se bicampeã da prova na Production T2. A partir de 2016, Piano passou a desenvolver e preparar UTVs e já na segunda participação no 25º Rally dos Sertões, em agosto de 2017, a dupla Edu Piano/Solon Mendes finalizou em quatro na geral dos UTVs. Na primeira temporada que disputou o Campeonato Brasileiro de Rally Baja, Piano se destacou entre os ponteiros em várias etapas e finalizou 2017 em quatro na UTV Pró.




---------------


Cursos para horas complementares
Curso de Excel
Rally Minas Brasil: Rodrigo Luppi (Território Motorsport) é vice-campeão da prova na UTV Pró Rally Minas Brasil: Rodrigo Luppi (Território Motorsport) é vice-campeão da prova na UTV Pró Reviewed by Anderson Nascimento on 22:00:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.